Produto raro no Mundo

As nossas vitelas (ou vitelões) e os nossos borregos nascem e crescem no Alentejo, ao ar livre, em pastagens com bolota, originando uma carne tenra, suculenta e saborosa, rica em ómega 3 e completamente natural.

A pastagem natural em conjunto com as árvores nela existentes denominadas sobreiros e azinheiras, as quais dão a bolota, constituem um sistema silvo-pastoril designado MONTADO. O Montado é uma “reserva ecológica” única no Mundo quase exclusiva da península Ibérica, sendo o Alentejo a região onde predomina em Portugal.

A combinação da pastagem com a bolota proporciona aos animais uma alimentação natural inigualável, com equilíbrio perfeito entre proteína e energia, a qual transmite à carne um sabor e características ímpares ao nível do melhor que a dieta Mediterrânica nos proporciona e completamente diferente da carne do resto do Mundo.

Quando dizemos carne completamente natural, significa que está isenta de hormonas, antibióticos e conservantes, sendo por isso uma carne extraordinariamente saudável, nutritiva e da máxima confiança.

Confiar na carne MercadoNacional é natural…

qualidade da nossa carne de vitela/vitelão é também fruto da mestria e saber transmitido entre gerações de verdadeiros criadores de gado, que sabem aliar um criterioso cruzamento de raças com uma alimentação totalmente naturalAs nossas pastagens alentejanas situadas nas regiões de Montemor-o-Novo, Arraiolos e Évora, asseguram a saúde e qualidade dos animais que se alimentam de leite materno até à idade de desmame, que ocorre cerca dos 6 meses, e, posteriormente, de produtos vegetais, bem como de bolota, pasto e feno.

Semanalmente, os nossos animais são abatidos à segunda-feira e a carne é fatiada e embalada peça a peça à quarta-feira. Parte da nossa carne é congelada imediatamente após o embalamento e a outra parte é comercializada em fresco. A carne é apresentada em embalagem a vácuo, garantindo assim a manutenção das características organolépticas do produto e a sua segurança alimentar, permitindo uma validade de um mês após o abate do animal para a carne fresca e de um ano para a carne congelada.

1 - 4 de 4 resultados